TENISTAS BRASILEIROS

 

Bruno Soares inicia temporada de quadras rápidas em Washington
Temporada vai até o US Open, em Nova York

 

O tenista brasileiro Bruno Soares inicia nesta semana no ATP 500 de Washington a disputa da temporada de quadras rápidas americanas que passará depois pelo Masters 1000 do Canadá e pelo Masters 1000 de Cincinnati, antes de chegar ao US Open, o último Grand Slam do ano em Nova York. Como parceiro o mineiro terá o croata Mate Pavic, com quem começou a jogar há pouco, no ATP de Queen’s. Cabeças de chave 4 eles estreiam contra Juan Julien Rojer e Horia Tecau.

Diferente das outras temporadas, Bruno foi direto da Inglaterra para os Estados Unidos, para jogar o World Team Tennis, pelo Washington Kastles e já está no local da disputa do torneio há uns dias.

“Já estou bem adaptado aqui em Washington e estou treinando com o Mate há alguns dias aqui. O torneio está duríssimo. Pegamos uma chave das mais complicadas, mas não temos para onde escapar em um ATP 500. Mas agora, pelo menos vamos começar a jogar em um piso que é mais normal para gente. Nós dois gostamos muito de jogar na quadra rápida, então estou bem empolgado. Sei que eu tenho um pouco mais de pressão por que tenho muito ponto para defender, mas faz parte,” analisou o brasileiro que foi campeão do ATP de Washington no ano passado e depois do Masters 1000 de Cincinnati, com o antigo parceiro Jamie Murray.
 
SOBRE BRUNO SOARES - Mineiro nascido em 27/02/1982, Bruno Soares é um dos principais nomes da história do Brasil. Ao ganhar o US Open nas duplas mistas, em 2012, se juntou ao seleto grupo de campeões de Grand Slam brasileiros, que inclui apenas Maria Esther Bueno, Gustavo Kuerten, Thomaz Koch e Marcelo Melo. Em 2014 repetiu a façanha conquistando o segundo título em Nova York. 
Em janeiro de 2016, no Australian Open, conseguiu o feito inédito de vencer o 1o. Grand Slam de duplas, com Jamie Murray e de conquistar também o trofeu nas duplas mistas, com Elena Vesnina, se tornando o primeiro brasileiro desde Maria Esther Bueno, em 1960 a vencer dois títulos no mesmo torneio.
Em setembro de 2016, ganhou o segundo Grand Slam de duplas, no US Open, em NY, se tornando a primeira parceria (com Jamie Murray), a vencer dois Slams no mesmo ano, desde os Irmãos Bryan em 2013.
No total, nas duplas Bruno tem 31 títulos no circuito, 29 vice-campeonatos e chegou ao 2o. posto no ranking mundial de duplas em 2016. É o 7o. atualmente. Encerrou a temporada 2016 como a dupla número um do mundo e a 2017, como a número 3.
O tenista que  tem a sua carreira gerenciada pela LinkinFirm, do ex-tenista profissional Marcio Torres, conta atualmente com os patrocínios  da BMG, Angá Asset Management, Aldo Solar, Aliansce, Estacio, Asics e Wilson.

 


Voltar

 

HOME